FANDOM


Neal

Neal durante uma partida de basquete, realizadoum arremesso de lance livre.

Shaquille Rashaun O'Neal (Newark, 6 de Março de 1972), mais chamado de Shaq, é um jogador de basquetebol norte-americano. Com 2,16 m de altura e 147 kg, o super-pivô é um dos melhores jogadores da história da NBA e consta na lista dos 50 maiores jogadores da liga em todos os tempos[1]. Shaq tem 4 títulos da NBA, o mais recente veio em 2006, jogando pelo Miami Heat. O'neal também tem carreira na música e no cinema, tendo gravado alguns álbuns e participado de vários filmes.

CarreiraEditar

Pré-NBAEditar

Shaq já chamava atenção antes mesmo de entrar para Universidade. Jogando por sua High School, Linton Middle School, ele conseguiu 68 vitórias e apenas 1 derrota em dois anos. Ao sair de Linton Middle School, Shaq foi para Universidade de Luisiana, onde começou a cursar administração, mas só conseguiria se graduar em 2000. Shaq ganhou diversos prêmios como o melhor jogador da NCAA em 1991 e bateu recordes da Liga, como os 17 tocos dados em um único jogo, no dia 3 de Dezembro de 1990. Atualmente, o pivô faz parte do hall da fama da Universidade de Luisiana.

Orlando MagicEditar

Foi a primeira escolha do draft da NBA de 1992, selecionado pelo Orlando Magic e muito útil para o time da Flórida. O Orlando venceu 20 partidas a mais que na temporada anterior e só não foi aos playoffs por causa de critérios de desempate. Nessa mesma temporada, as médias de 23,4 pontos por jogo e 13,9 rebotes por jogo deram a Shaq uma vaga no All-Star Game [2] e renderam-lhe o prêmio de melhor calouro do ano. No seu primeiro All-Star Game, Shaq jogou a mesma quantidade de minutos que o consagrado pivô Patrick Ewing e esteve ao lado de lendas do basquete como Michael Jordan e Scottie Pippen. Foi também na temporada de estréia que O'Neal quebrou duas tabelas da NBA durante jogos e os vídeos desses lances fazem muito sucesso até hoje na internet.

Após uma temporada de estréia digna de um dos melhores jogadores de todos os tempos, Shaquille O'Neal melhorou ainda mais seu jogo em 1993/94. Shaq ganhou um novo companheiro de equipe, o bom armador Anfernee Hardaway e os Magics avançaram à pós-temporada pela primeira vez na história da franquia, mas foram eliminados pelo Indiana Pacers. Shaq anotou 29,4 pontos de média àquela temporada e liderou a NBA em aproveitamento de chutes de quadra com um belíssimo número: 60%. Novamente ele foi votado para participar do All-Star Game e também anotou o primeiro triplo-duplo de sua carreira, num jogo contra o New Jersey Nets, anotando 24 pontos, pegando 28 rebotes e dando 15 tocos.

No ano seguinte, o time de Shaq, conseguiu ir mais longe. Eles foram campeões da divisão do Divisão do Atlântico NBA com 57 vitórias[3] e também levaram a conferência Leste. Na final da NBA, eles enfrentaram o Houston Rockets do também pivô Hakeem Olajuwon, um dos maiores de todos os tempos e não conseguiram uma vitória sequer. Mais tarde, O'Neal admitiu que Hakeem foi a chave para aquele título do Houston Rockets e que a experiência de Olajuwon o ajudou muito no duelo dos dois superpivôs.

Shaqu perdeu 28 jogos em 1995-96 por motivo de lesão. Mesmo assim, seu time fez uma excelente campanha e ele foi para mais um All-Star Game, assim como todos os outros anos de carreira. O Orlando Magic venceu 60 jogos na temporada[4], fazendo belíssima campanha e mais uma vez vencendo a divisão Atlântica, mas o time não pode parar o Chicago Bulls, time de Michael Jordan e foram varridos pelo segundo ano consecutivo, só que nem chegaram às finais, dessa vez.

Em 96 acabou o contrato de Shaq com o time da Flórida e ele partiu para Hollywood - a essa época, Shaq já mostrava interesses fora do basquete, como gravar álbuns e participar de filmes - assinando um contrato com os Lakers.

Em 1996 O'Neal também foi convocado para fazer parte da seleção olímpica de basquete que jogaria as Olimpíadas de Atlanta e levaria a medalha de ouro.

Los Angeles LakersEditar

Depois da temporada 1995-96, Shaquille O'Neal assinaria pelo time que teria maior sucesso em sua carreira, o Los Angeles Lakers. Shaq assinou um contrato de 7 anos, valendo 121 milhões de dólares. Shaq chegava num time que estava se reconstruindo, com expectativas realizar playoffs, mas sem visar a final da NBA. Ainda mais, Shaquille se machucou e não jogou em muitos jogos de sua primeira temporada. Na segunda, com a chegada de alguns outros jogadores importantes para a rotação do time, como Ricky Fox e Robert Horry, um dos maiores campeões da NBA, a equipe evoluiu. Porém, pelo segundo ano consecutivo, foi eliminada pelo Utah Jazz, nas finais da conferência. Na temporada anterior, o Utah tinha vencido o time de Hollywood nas semifinais de conferência. A temporada seguinte dos Lakers ficou marcada pela chegada de Kobe Bryant e por muitas trocas(estas atendendo a demandas de O' Neal), mesmo assim não conseguiram ir além da segunda rodada dos playoffs, caindo diante do Spurs.

Em 1999, o Lakers contratou o técnico vencedor Phil Jackson e naquela temporada começaria a supremacia dos Lakers, com o tricampeonato (1999-00, 2000-01 e 2001-02, batendo o Indiana Pacers, Philadelphia 76ers e New Jersey Nets, respectivamente). Shaq ganhou o MVP (Most Valuable Player) destas três finais. Além destes prêmios, ele também ganhou o MVP da temporada regular de 1999-2000 e o MVP do Jogo das Estrelas da NBA. Seu recorde de pontos num só jogo foi estabelecido no seu dia de aniversário em 1999, num jogo que opunha Lakers e Clippers, a outra equipe de Los Angeles. Marcou 61 pontos, tornando-se um dos poucos jogadores a atingir tal marca.

Formou dupla quase imbatível com Kobe Bryant nos Lakers, mas a a falta dos títulos nas duas temporadas seguintes (perdendo em 2002-03 para o San Antonio Spurs, nas finais de conferência e em 2003-04 para o Detroit Pistons, nas finais da Liga), criou um clima ruim e uma crise enorme no Lakers de 2004, que contava com as estrelas Gary Payton e Karl Malone. No meio dessa crise, O'Neal pediu uma extensão de contrato de 100 milhões por 3 anos e acabou gerando uma enorme briga entre Bryant e ele. A direção do Lakers preferiu trocar Shaquille para um outro time e desfrutar dos anos de Bryant ainda no auge, já que na época Kobe estava com 25 anos. O'Neal foi trocado para o Miami Heat e em Los Angeles chegaram três jogadores: Brian Grant, Caron Butler e Lamar Odom.

Miami HeatEditar

Na sua primeira temporada no time do Miami Heat, mesmo machucado, O'Neal liderou o time às finais da conferência, nas quais perdeu para o Detroit Pistons no último jogo da série.

Na temporada 2005-06, Shaq começou a temporada machucado e o Heat, com uma campanha ruim. Porém, Shaq recuperou-se e, formando uma nova grande dupla, desta vez com Dwyane Wade, levou o time às inéditas finais e ao inédito título, derrotando o Dallas Mavericks.

Devido a lesões, O'Neal perdeu muitos jogos da temporada 2006-07. Quando se recuperou, Wade machucou-se. Mesmo assim, com muito custo, o Miami conseguiu chegar aos playoffs, mas não passar de Chicago, na primeira fase.

A temporada 2007-2008, não começou das melhores para O'Neal. Além de fazer jogos ruins e sofrer contusões, Shaq deixou de participar, após 14 escolhas consecutivas, do Jogo das Estrelas. No meio da temporada foi trocado para o Phoenix Suns.

Phoenix SunsEditar

Atuação destacada no Suns fazendo trio com as estrelas Steve Nash e Amaré Stoudemire.O Phoenix e Shaquille chegaram aos playoffs, mas não conseguiram ir além.Na temporada 2008-2009 Shaq foi convocado para o All-Star games e ganhou o prêmo de MVP do jogo juntamente com seu antigo companheiro Kobe Bryant

CuriosidadesEditar

Foi o único jogador da NBA a conseguir quebrar a tabela de basquete num jogo em que representava o Orlando Magic

É um dos jogadores mais ricos da NBA com uma fortuna estimada em U$ 400 milhões de dólares, fortuna maior do que a de vários famosos como: Britney Spears, Celine Dion,etc.

Glórias e PrêmiosEditar

  • 4 vezes campeão da NBA (1999, 2000, 2001 e 2006);
  • MVP da NBA (2000);
  • Rookie of the Year (1993);
  • 2 vezes cestinha da NBA (1995 e 2000);
  • 15 aparições no All Star Game';
  • Campeão Mundial da FIBA pela seleção dos Estados Unidos (1994);
  • MVP do Campeonato Mundial da FIBA (1994);
  • Campeão Olímpico (1996);
  • Eleito um dos 50 maiores jogadores da história da NBA;
  • 8 vezes eleito para o time ideal da NBA (1998, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005 e 2006);
  • 2 vezes eleito para o segundo time da NBA (1995 e 1999);
  • 3 vezes eleito para o terceiro time da NBA (1994, 1996 e 1997);
  • 3 vezes eleito para o segundo time de defesa da NBA (2000, 2001 e 2003);
  • Eleito para o time ideal dos calouros (1993).


ReferênciasEditar

  1. Lista dos 50 maiores jogadores da NBA de todos os tempos.
  2. http://www.basketball-reference.com/allstar/NBA_1993.html
  3. http://www.basketball-reference.com/leagues/NBA_1995.html
  4. http://www.basketball-reference.com/leagues/NBA_1996.html

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória